O que é a Disfunção Temporomandibular (DTM)?

A articulação temporomandibular (ATM) é a articulação que liga a mandíbula ao crânio. Essa articulação pode sofrer vários distúrbios, prejudicando assim sua função. Estalos e dores são sintomas frequentemente relatados pelos pacientes.

Nos indivíduos portadores de DTM, podem-se ouvir um som de clique ao mover sua mandíbula. Também podem sentir dor no maxilar ou em todo o rosto. Alguns não conseguem mover a mandíbula adequadamente para as funções normais ou não abrem a boca tão amplamente quanto costumavam.

Principais características de DTM:

  • Dor que vem dos músculos que você usa para mastigar.
  • Desalinhamento das arcadas, e, às vezes, os dentes só se tocam de um lado, de repente, como consequência na mudança de posição de um dos componentes da ATM, o disco (menisco), geralmente como consequência do bruxismo e/ou apertamento dentário. O disco da ATM é anatomicamente semelhante ao menisco do joelho. A posição correta do disco é entre o crânio e a mandíbula, harmonizando o movimento como se fosse uma dobradiça.

Como em qualquer outra articulação, a ATM também pode ser acometida por artrite, quando a cartilagem lisa que protege a articulação se rompe, desencadeando dor no repouso, e durante a mastigação.

Os principais sintomas da DTM são:

  • Dor na articulação da mandíbula e/ ou na face
  • não ser capaz de mover o maxilar com facilidade ou descobrir que o seu maxilar está travado.

Algumas pessoas com DTM também têm dores de cabeça, dor nas costas ou no pescoço, e algumas sentem-se deprimidas ou ansiosas.

A ATM sofre deslocamento quando o côndilo (segmento móvel da articulação) se move demasiadamente. Com isso, ele fica preso em frente a uma seção óssea chamada de eminência articular e não pode se movimentar de volta ao seu lugar original (o paciente fica impedido de fechar a boca). Isso acontece com mais frequência quando os ligamentos que normalmente mantêm o côndilo no lugar ficam frouxos.

Quando a mandíbula sofre luxação, (cai) os músculos ao redor geralmente sofrem espasmo e seguram o côndilo na posição deslocada (boca aberta).

Portadores de DTM crônica apresentam algum grau de impacto da dor em suas vidas, especialmente nas atividades do trabalho, escola, sono, no apetite e alimentação. Embora não específico para avaliação da qualidade de vida, um questionário é utilizado em alguns tipos de trabalhos acadêmicos.

Um clique discreto ou dor no maxilar pode ser constrangedor ao se alimentar em público, por exemplo, e têm fraca importância clínica.

O problema pode piorar em alguns pacientes. Existem vários tratamentos com os quais podemos ajudá-lo a se adaptar ao problema com sua mandíbula e reduzir a dor que você sente.

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.Campos obrigatórios * *